Pular para o conteúdo principal

GRUPO FARROUPILHA PROMOVE CURSO TEATRO DO OPRIMIDO, COM HELEN SARAPECK

Por Sem Comentários4 min de leitura

Atração integra o programa do  Valores, arte, consciência e cidadania, projeto artístico e cultural em cartaz no bairro Bom Jardim

 

 

IPATINGA – O Grupo de Teatro Farroupilha promove nos dias 3, 10 e 24 de fevereiro, o curso intensivo de Teatro do Oprimido, com a educadora social Helen Sarapeck, integrante do Centro de Teatro do Oprimido e fundadora do Grupo de Estudos em Teatro do Oprimido.

As aulas têm como propósito oferecer aos alunos conhecimentos sobre o gênero teatral concebido pelo teatrólogo brasileiro Augusto Boal. O trabalho é focado na democratização dos meios de produção teatral, tornando acessível a arte cênica para camadas em vulnerabilidade social e ainda buscando transformar a realidade desses grupos por meio do diálogo, do teatro.

Segundo a arte-educadora de teatro e coprodutora do projeto, Claudiane Dias, incluir a oficina do Teatro do Oprimido na programação do Valores, arte, consciência e cidadania é potencializar ainda mais o projeto que tem entre os seus principais objetivos capacitar as pessoas para atuar nas artes cênicas, tendo augusto Boal como grande referência que sempre inspirou a trupe. “O curso é aberto a interessados em direitos humanos, em causas sociais, educadores, a todos que desejam pensar o teatro como uma ferramenta para mediar situações”, explica.

“Quanto ao formato online da oficina, a escolha tornou possível a participação da monitora das aulas, que mora no Rio de Janeiro. Remotamente, rompemos com as barreiras de comunicação entre territórios mais distantes e contemplamos mais pessoas. Já temos inscritos de outros municípios, de outros estados e, quem sabe, talvez tenhamos até de outros países. No período pandêmico, esse formato online chegou para tornar possível nossas atividades. E veio para ficar”, observa a atriz.

A escolha de Helen Sarapeck para conduzir a oficina é outro ponto destacado pelo Grupo Farroupilha, pela familiaridade que a educadora social tem com o que é um dos seus principais objetos de estudo e ferramenta de trabalho. Além de especialista no ‘teatro de Boal’, ela é Doutoranda e Mestre em Artes Cênicas (Unirio), licenciada em Ciências Biológicas, com pós-gradução em Teatro na Educação (Uerj).

 

VALORES

O curso  Teatro do Oprimido compõe a programação do Valores, arte, consciência e cidadania, projeto que vem sendo desenvolvido no bairro Bom Jardim, numa celebração dos 27 anos do Grupo de Teatro Farroupilha. Oficinas de artesanato e dança sênior para pessoas idosas, oficinas de iniciação à acrobacia aérea e teatro para crianças, além de rodas de conversas e atividades com um núcleo do Teatro do Oprimido completam a programação artística e cultural que se estende até o fim deste mês.

“Quando o Farroupilha pensa em valores, pensa na arte para além do caráter estético, mas como uma ferramenta de transformação social que estimula a consciência, o senso crítico e possibilita a formação do cidadão. E é esse indivíduo, conhecedor dos seus direitos e do seu poder de transformar o mundo, que vai dar  a sua contribuição para esse processo. É por essas vias que nós, como grupo, vamos também colaborando com as mudanças sociais que desejamos, por meio do  fazer artístico, cultural.

O Valores, arte, consciência e cidadania, uma realização do Grupo de Teatro Farroupilha, conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Ipatinga e Cras3, via emenda impositiva.

 

SERVIÇO

Curso de teatro do oprimido, com Helen Sarapeck.

Dias 3, 10 e 24 de fevereiro, de 19 às 22h.

Online, gratuita. Inscrições pelo link disponível na bio do instagram: @grupofarroupilha_

Compartilhe:

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.