Pular para o conteúdo principal

UNIMED VALE DO AÇO CARTEIRINHAS ANTIGAS DO PLANO EM PALHETAS

Por Sem Comentários4 min de leitura
Pautada em seu compromisso com o meio ambiente e com a região em que está inserida, a Unimed Vale do Aço lança mais uma ação de sustentabilidade, transformando as carteirinhas antigas do plano de saúde em palhetas de música. O projeto, que terá início nesta quinta-feira (13), durante a ExpoInox, tem como objetivo gerar mais de três mil palhetas.
Rogério Pedrosa, superintendente de mercado, comunicação e marketing, que trouxe a iniciativa para a Unimed Vale do Aço, falou de sua importância. “Com o avanço das tecnologias, cada vez mais utilizamos os celulares e meios eletrônicos para tarefas diárias. Com isso, tanto os cartões de crédito e débito quanto carteirinhas de clubes, planos de saúde e outros documentos, em sua forma física, estão cada vez mais em desuso. Além de incentivar nosso beneficiário a baixar o aplicativo Unimed Cliente, que dá acesso ao cartão do plano e há outros serviços na palma da mão, a iniciativa reforça o compromisso da cooperativa com o meio ambiente, transformando plástico inutilizado em palhetas de música”.
Alinhado à visão estratégica da Unimed Vale do Aço e ao 7° princípio do cooperativismo – interesse pela comunidade, o projeto demonstra que a singular se empenha em contribuir com o desenvolvimento e o bem-estar da comunidade local, promovendo a responsabilidade social e ambiental. Além disso, a iniciativa está integrada a ações que visam impactar positivamente o planeta e a qualidade de vida de colaboradores, cooperados, clientes e a sociedade em geral.
Pontapé inicial
Durante a ExpoInox, que ocorre entre os dias 13 e 15 de junho na Praça 1° de Maio, em Timóteo, a singular terá seu stand, montado em seu contêiner sustentável, como um ponto de recebimento das carteirinhas antigas dos planos de saúde. Basta o beneficiário entregar o documento que ele será transformado em quatro palhetas.
“Criamos um backdrop interativo com a campanha, que será customizado a medida que os clientes trouxerem as carteirinhas para o nosso stand. Cada carteirinha cortada se transformará em quatro palhetas. O que restar desses documentos será colado no painel. A ação, que abrange dois dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (11 – cidades e comunidades sustentáveis; e 12 – consumo e produção responsáveis) pretende transformar, pelo menos, 840 cartões em 3360 palhetas, que após a feira serão doadas a escolas de música do Vale do Aço. Além de sustentável, a ação gera um objeto útil, que fomenta também a cultura”, explicou Jéssica Nogueira, supervisora de comunicação e marketing.
Este tipo de plástico, representando 0,7% do lixo urbano, pode durar até cem anos.
“Após a feira, expandiremos a ação com pontos de coleta em nossas unidades, disponibilizando as palhetas não apenas para as escolas de música, mas também para cooperados, colaboradores, beneficiários e cidadãos que tiverem interesse”, conclui Jéssica Nogueira.
Pick Punch
Criado por uma empresa de Indiana, nos Estados Unidos, o ‘Pick Punch’, equipamento adquirido pela Unimed Vale do Aço para desenvolver a ação, é um objeto semelhante a um grampeador, porém, com o recurso de corte. Com ele, é possível recortar e transformar em palheta qualquer superfície plástica dura, como cartões de crédito, carteirinhas de planos de saúde, entre outros.
Para aqueles que estão começando a se aventurar no universo musical ou aos instrumentistas que sempre perdem suas palhetas, no lugar de comprar uma nova, é possível aderir a campanha da cooperativa, levando a carteirinha antiga do plano e a transformando em uma palheta.
Compartilhe:

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.