Pular para o conteúdo principal

PROJETO PEDRA MOLE – ESTAÇÃO DAS ARTES LANÇA PROGRAMAÇÃO PARA 2023

Por Sem Comentários6 min de leitura

Visitas guiadas, workshop para educadores e concurso de redação estão na segunda edição do projeto de educação patrimonial, viabilizado com o patrocínio da Usiminas

 

Revisitar a história da primeira estação ferroviária do Vale do Aço, a centenária Estação

Pedra Mole, e considerada um dos patrimônios históricos de Ipatinga é a principal experiência do projeto Pedra Mole – Estação das Artes, que abre a temporada 2023 na próxima terça-feira (7/3). O calendário de atividades vai até outubro deste ano e conta com visitas guiadas, oficina de educação patrimonial e um concurso de redação. Toda programação é realizada nas Ruínas da Estação Pedra Mole, localizada no bairro Cariru. A iniciativa é viabilizada com o patrocínio da Usiminas e apoio do Instituto Usiminas, realizada pelo Grupo Teatral Boca de Cena, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

 

O embarque para o projeto, que incentiva a valorização dos bens tombados de Ipatinga,

começa com as visitas guiadas por meio da intervenção cênica Retrato de Trem. No

primeiro semestre de 2023 as visitas acontecem nos dias 7 e 8 de março; 4 e 5 de abril; 3, 4

e 6 de maio; e 6 e 7 de junho, com sessões às 9h e às 14h. O passeio é aberto com a

caminhada por uma trilha de 650 metros até chegar às ruínas da fundação original da

Estação Pedra Mole.

 

Nesta caminhada, a intervenção Retrato de Trem narra as vivências de um em torno da

construção da Estação Ferroviária de Pedra Mole. O encontro dos que chegam no trem com os que já habitavam essa região cuidando da terra, trabalhando nas carvoarias, explorando as matas, vivendo do rio, culminou em amores, negócios, grandes amizades e, sobretudo,

memórias que, depois de quase um século, estavam se apagando como um retrato antigo

que perde suas figuras com o tempo. No elenco Bárbara Pavione, Cláudio Oliver, Daniela Alves, Luis Yuner e Mari Antonacci, com direção artística de Claudinei de Souza e direção geral de Marilda Lyra.

 

Educação patrimonial

No dia 6 de maio, a visita vai contar com o workshop Encontro com a Memória, voltado para

educadores e demais interessados em conhecer e multiplicar a história do Patrimônio

Cultural de Ipatinga. A proposta é inspirar outras práticas pedagógicas que possibilitem a

valorização e conscientização sobre a importância de nossas raízes para a preservação

histórica e fortalecimento das nossas identidades. Pedra Mole e outros patrimônios como

Teatro Zélia Olguin, Fazendinha, Academia Olguin, Grande Hotel Ipatinga, Igreja do Ipaneminha serão apresentados durante a oficina, ministrada pela historiadora especialista em Gestão do Patrimônio e produtora cultural Leila Cunha.

 

O diretor artístico do Grupo Boca de Cena, Claudinei de Souza, convida a comunidade a

fazer parte deste novo momento do projeto Pedra Mole – Estação das Artes. "Essa é mais uma oportunidade que as comunidades de toda região terão de viajar pela memória

guardada nas Ruínas da Estação Pedra Mole. Contamos a história por meio de uma

apresentação cênica, mas também conhecemos relatos riquíssimos dos visitantes quando

chegam e conhecem o patrimônio. Essa troca torna o projeto sempre muito especial”,

reforça Claudinei.

 

Concurso de Redação

Os alunos do Ensino Fundamental II da rede de ensino de Ipatinga poderão participar do Concurso de Redação, visando incentivar a preservação, valorização e estímulo à pesquisa, a criatividade, a originalidade, a leitura, bem como sensibilizar a comunidade escolar sobre a importância do Patrimônio Histórico de Ipatinga. Os 30 melhores trabalhos receberão certificados de participação e os três primeiros colocados um tablet. Regulamento e informações na bio do instagram @bocadecenaipatinga ou solicite pelo e-mail bocadecenateatro@gmail.com. Informações: (31) 97148-0422. As inscrições vão até o dia 25 de agosto.

 

Memória à disposição da comunidade

 

A Estação Pedra Mole foi inaugurada em 1º de agosto de 1922 e suas Ruínas foram

tombadas como Patrimônio Histórico e Cultural de Ipatinga em setembro de 1996. Em 2019,

o espaço foi restaurado, em cumprimento ao Termo de Ajustamento de Conduta firmado

entre a Usiminas e Ministério Público de Minas Gerais, com a aprovação do Conselho

Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico de Ipatinga – COMPHAI. Desde então, o local

está aberto à visitação da comunidade.

 

Em 2021, foi lançada a primeira edição do projeto Pedra Mole – Estação das Artes, que

levou mais de 2 mil pessoas a visitarem o patrimônio e conhecerem mais sobre a memória

de Ipatinga, por meio de uma agenda de atividades gratuitas. A comunidade embarcou em

41 visitas guiadas conduzidas pela intervenção “Retrato de Trem” e na oficina “Encontro

com a Memória”. Escolas de Ipatinga, Coronel Fabriciano, Timóteo, Naque e Periquito

participaram das atividades, que incluíram também o Concurso de Redação.

 

SERVIÇOS

Projeto Pedra Mole – Estação das Artes

Visitas Guiadas: 7 e 8 de março | 4 e 5 de abril | 3, 4 e 6 de maio | 6 e 7 de junho

Horários: 9h e 14h

Workshop Encontro com a Memória

6 de maio, 14h

Local: Ruínas da Estação Pedra Mole (Avenida Itália, entre o bairro Cariru e Castelo)

Agendamento prévio para visitas guiadas e workshop via WhatsApp 97148-0422, de

segunda a sexta, de 08h às 18h.

 

 

Compartilhe: