Pular para o conteúdo principal

FIEMG e SESI PROMOVEM ENCONTRO ENTRE ESTUDANTES E ESPECIALISTAS DAS INDÚSTRIA ÂNCORAS

Por Sem Comentários4 min de leitura

Oportunidades, Desafios e Inteligência Artificial foram debatidos 

 

A FIEMG Regional Vale do Aço e a Escola SESI de Ipatinga, promoveram um encontro descontraído entre os 150 alunos do ensino médio da instituição e especialistas da ArcelorMittal Monlevade, Aperam, Cenibra, Usiminas e Sankyu nessa quinta-feira, 03/08, no auditório do Centro Integrado SESI-SENAI-FIEMG. 

 

Segundo Nicolas Silva, um dos organizadores do evento, o objetivo é aproximar as indústrias dos alunos, desmistificar algumas teorias e reforçar a essencialidade da indústria. “É notório que o mundo digital e o empreendedorismo têm atraindo o olhar desse público e a indústria já sente esse reflexo através da dificuldade na formação e qualificação de mão de obra em todos os setores”, justificou.  

 

Durante o evento Vander Ferraz – Gerente de Pessoas da ArcelorMittal Monlevade; Eliezer Furtado – Especialista de Manutenção da Usiminas; Paulo Novaes – Diretor Industrial de Operações da Aperam; Ronaldo Ribeiro – Gerente de TI e Telecomunicações da Cenibra e Kléber Muratori – Diretor Comercial na Sankyu fizeram uma breve apresentação, falaram um pouco da sua experiência de vida, formação, atuação e desafios no universo industrial; já os estudantes puderam tirar dúvidas e fazer perguntas. 

 

“Que manhã memorável! Pudemos antes da conversa apreciar os trabalhos desenvolvidos pelos alunos, o que já criou um “quebra gelo” para o momento seguinte onde pudemos contar um pouco de nossas trajetórias pessoais e profissionais, os desafios encontrados e as soluções adotadas, bem como sobre a importância da indústria de transformação no contexto socioeconômico brasileiro”, pontuou Paulo Novaes, Diretor Industrial de Operações da Aperam, que completou: “Essa construção de uma relação de maior proximidade Indústria-Instituições de Ensino é fundamental para os crescentes desafios tecnológicos e de sustentabilidade pelos quais estamos passando. A formação recebida pelos alunos pode, com certeza, contribuir para as soluções nestes importantes temas”, ressaltou. 

 

Vander Ferraz, Gerente de Pessoas da ArcelorMittal Monlevade, parabenizou a FIEMG e o SESI pela iniciativa. 

“Tivemos uma grande oportunidade de levar nossas histórias e nossa paixão pela Indústria para jovens brilhantes; o que nos deixou muito lisonjeados. Mas ao mesmo tempo, nos deram grandes insights para o que podemos fazer para tornar nossas indústrias mais atrativas para eles, por meio de perguntas e depoimentos”. 

 

A indústria tá! 

 

Para a estudante Nikolly Soares, o bate papo ampliou sua visão quanto ao trabalho na indústria. “Mostrou que, na verdade, a ascensão, caso desejada, está ali para quem está disposto e que a indústria está sempre inovando em todas as suas dinâmicas, principalmente, regulamentações. Seguir carreira no ramo industrial não estava nos meus planos, agora, admito, depois da palestra, me senti motivada”, disse. 

 

João Victor Martins achou o encontro oportuno. “Foi genial a ideia desse contato entre os alunos e os representantes de cada empresa em um encontro para um “bate e rebate” de ideias com perguntas e dúvidas para entender os pensamentos dos alunos quanto das empresas.” 

 

Para o estudante as industrias são essenciais para o desenvolvimento e geração de emprego e renda. “As empresas produtoras são extremamente importantes para subsistência e regulação em quase todos os aspectos da sociedade, desde economia até saúde pública e convívio social das pessoas. Esse bate papo propiciou o debate de temas pontuais e atuais como por exemplo, o futuro com o advento da Inteligência Artificial”, destacou. 

 

Sandra Dutra da Silva, pedagoga do SESI, resumiu o encontro em um momento riquíssimo para os alunos e todos os que estavam presentes. “Tivemos um verdadeiro “aulão” envolvendo diversas disciplinas, incluindo ética e felicidade, essa última vem sendo trabalhada na grade curricular da UNB desde 2018 e acredito que em outros lugares (Harvard e Yale foram pioneiras). Tenho certeza que foi o pontapé inicial para o que precisamos e pretendemos para envolver e motivar nossos alunos”, concluiu.  

Compartilhe:

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.