LUÍS YUNER DARÁ VIDA AO PALHAÇO CACARECO NO NOVO ESPETÁCULO DO CIRCO TEATRO FOOL, QUE ESTREIA NO PRÓXIMO SÁBADO 27/03, DIA DO CIRCO.

Image_not_found
  • Data

    23/03/2021

"Cacarecando" é o título da mais nova produção do Circo Teatro Fool, que estreia no dia do Circo 27/03, e presta homenagem ao Palhaço Cacareco (Wilson Campos / In memorian), Militante de uma trajetória em vários circos tradicionais do Brasil, e que contribuiu de forma decisiva para a memória do Circo - Teatro Brasileiro. Pertencente a tradicionalíssima família Circense Campos, Wilson que também era filho de palhaço, fez nome por onde passou, e deixou saudades na memória de senhoras e senhores que se divertiam com as Palhaçadas do “Cacareco”.

 

 

As esquetes tradicionais de circo, denominadas "Reprises", são passadas de pai para filho, e neste caso, de avô para Neto. Luís Yuner cresceu ouvindo as histórias do avô, que aos sábados abria seu baú vermelho no fundo do quintal, cheio de aparelhos de circo que guardavam histórias...

 

_Eu ficava louco pro sábado chegar logo, pra ouvir as histórias de circo do vovô e mexer no baú do Cacareco. (Luís Yuner)

 

As cenas preferidas do repertório do Palhaço Cacareco, serão interpretadas pelos palhaços do Circo Teatro Fool, José Rodrigues e Fabrízio Teixeira, tendo o próprio Cacareco em cena, interpretado por seu neto, Luís Yuner, que também assina a direção, e desta vez pede licença ao seu Palhaço “Petit Gatão” para viver as aventuras do avô.

 

As reprises clássicas dos palhaços de circo, grande referência para este espetáculo, são um conjunto de rotinas, piadas, técnicas e Gags que compõem as cenas da palhaçaria e que não possuem muitos registros. Isto deve-se ao fato da arte circense ser passada através da vivência e da oralidade, sendo assim, quando morre um palhaço tradicional, morre com ele uma porção de histórias, piadas, músicas, versinhos, poesias e reprises...

 

Pretende-se registrar a memória do palhaço "Cacareco" e também de outros Narigudos tradicionais de circo, que marcaram gerações, sendo eles: Piolin, Arrelia, Carequinha, Benjamin, Torresmo, Chincharrão, Rapadura, dentre outros, criando assim um registro deste conjunto de rotinas muito pertinente a arte dos palhaços.

 

Luís Yuner reescreveu todas as “reprises”, fez adaptações e colocou novas piadas e situações, mas preservou a essência de cada cena, valorizando a memória dos palhaços tradicionais.

 

Cacarecando foi pensado para homenagear o Sr Wilson ainda em vida. Ele chegou a saber do projeto, mas faleceu no dia 02/11/2011 aos 63 anos, antes da realização do espetáculo. Tempos depois tentamos retomar o projeto, mas  pela 2* vez naufragou. Hoje, 10 anos após sua passagem, na terceira tentativa, e com recursos da Lei Aldir Blank do Estado de Minas Gerais, através da Secretaria especial da Cultura, ministério do Turismo e Governo Federal,  estamos  agradecidos pela oportunidade de produzir não somente um espetáculo, mas um filme sobre sua história. Entre reprises e palhaçadas, o filme conta com a participação de grandes artistas de circo, contemporâneos de Wilson Campos, que deram depoimentos Históricos sobre o palhaço Cacareco. São eles: Hélia Campos, Marlene Deça Campos, Oséas Cardoso, Maria Helena de Menezes, Luciano Deça Campos, Latur Azevedo e Dalva Campos Arêdes.

 

Este espetáculo brinda o dia do Circo 27/03, e torna-se um marco histórico para a palhaçaria brasileira, com cenas muito antigas que foram resgatadas dos picadeiros mais distantes desse Brasil.

 

 

Sobre o Circo Teatro Fool

 

O Circo Teatro Fool atua no cenário artístico brasileiro produzindo espetáculos, performances e oficinas. Criado em 2008 e tendo circulado por vários estados do país, a Cia possui em seu DNA marcas da tradição circense, das técnicas teatrais, do folclore popular e da musicalidade. Com 17 espetáculos em repertório e diversas intervenções temáticas, o Circo Teatro Fool atua em caravanas culturais e festivais de circo e teatro pelo Brasil.

 

 

O Elenco

 

Luís Yuner

Luís Yuner é ator, circense, diretor e folclorista, sendo a quarta geração da tradicional família circense “Campos”. Atuou em diversos espetáculos teatrais, como: Santinhas do Pau Oco, O auto da compadecida, Corre, que o doido tá solto!.., e em diversos circos: Reder Circus, Stankowich, Unicirco Marcos Frota, Circo Globo... É fundador do Circo Teatro Fool, e idealizador do “Encontro de palhaços de Ipatinga” que este ano completa 15 anos de alegria.

 

José Rodrigues

Ator e Circense, José Rodrigues Atuou em grandes peças de teatro, como: Navalha na Carne, Nó de quatro pernas, A curra... Trabalhou em grandes circos pelo Brasil e participou de grandes projetos, como: “Somos todos brasileiros” do ator Marcos Frota, e Criança Esperança. Em Ipatinga, Fundou o “Esperança Circo Show” na Casa da Esperança, em Ipatinga. É membro do Circo Teatro Fool, onde se apresenta como o Palhaço “Risadinha”.

 

Fabrízio Teixeira

Ator, Apresentador e produtor, com grande carreira na TV, no Cinema e no Teatro. Protagonista da série “Por Toda minha vida” da Rede Globo, onde interpretou o cantor “Dinho” da banda Mamonas assassinas. Realizador da “Mostra de teatro de Ipatinga” e membro do Circo Teatro Fool.